As dez nebulosas com nomes estranhos

Por Isis Nóbile Diniz, da Redação Yahoo! Brasil

Nebulosa da Tarântula, Cabeça de Cavalo, Olho de Gato. Ninguém pode negar: os astrônomos são criativos. Da mesma maneira que algumas pessoas veem formas nas nuvens – como de coelho, de coração etc -, os astrônomos apelidam as nebulosas com nomes inspirados nos aspectos visuais de cada uma. Selecionamos dez nebulosas com apelidos intrigantes, mas cuja imagem nem sempre corresponde ao nome recebido.

As nebulosas, palavra derivada da latina “nube” que siginifica nuvem, são imensas nuvens de gás e poeira concentradas em determinadas em regiões do espaço. Existem vários tipos de nebulosas. Algumas delas são locais onde novas estrelas nascem, enquanto outras são restos de estrelas morrendo.

Além dos apelidos, as nebulosas recebem nomes formais. “Existem milhares de catálogos que listam objetos observados no universo. Geralmente, as nebulosas são nomeadas com as primeiras letras de um catálogo como NGC do New General Catalog e com um número sequencial associado à ela”, explica a astrônoma Tânia Dominici, uma das gerentes do Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA).

Quando o apelido se torna popular, os astrônomos também deixam de lado o nome catalogado ao se referir, informalmente, às nebulosas. No entanto, como pode ver nas fotos a seguir, nem sempre a imagem corresponde ao apelido recebido.

“Às vezes, uma nebulosa recebeu o apelido ao ser observada por um telescópio com menor precisão. Quando o Hubble, por exemplo, faz uma imagem dela, com maior resolução, capta mais detalhes”, conta Tânia. Isso pode “desfigurar” a impressão inicial que deu origem ao apelido. Encontre, nas imagens a seguir, as formas que inspiraram o nome de cada nebulosa:

Nebulosa Feijão
Ela é uma das áreas de nascimento de estrelas mais ativas próximas à Terra.

Nebulosa da Águia
Trata-se de um gigantesco berçário estelar com dez anos-luz de altura.

Nebulosa Olho de Gato
A estrela, no centro da nebulosa, está morrendo e os anéis da imagem são um mistério.

Nebulosa Caranguejo
Uma explosão estrelar, relatada por astrônomos chineses em 1054, resultou nessa nebulosa.

Nebulosa da Hélice
Quando uma estrela muito parecida com o nosso Sol morreu, se formou a Nebulosa da Hélice.

Nebulosa da Lagoa
O berçário estelar foi catalogado no século XVIII, na direção da constelação de Sagitário.

Nebulosa da Chama
A nebulosa não está pegando fogo, sua cor se deve ao brilho de átomos de hidrogênio.

Nebulosa Pata de Gato
Visível na Constelação de Escorpião, também é conhecida como Nebulosa Garra de Urso.

Nebulosa da Tarântula
Localizada na Grande Nuvem de Magalhães, essa nebulosa mede mais de mil anos-luz de diâmetro.

Nebulosa Cabeça de Cavalo
Essa nuvem de poeira interestelar foi esculpida por ventos estelares e radiação.

Anúncios

Sobre Baldaci

A Haggai Alummi M606, An Amateur astronomer, A husband, father and a visionary baptist pastor working hard to Plant a Church in Cuiaba, Brazil and to establish the first Cyber Theater and Planetarium in my state(http://on.fb.me/hkCGff) Unique pastor and astronomer in Brazil. Working using astronomy to reach poor childrens and against drugs. http://bit.ly/eu0zgB Member of SOC-JPL-NASA (http://bit.ly/eoyow6) and Astronomer without borders (http://bit.ly/dTCOJG) Host of program “Eyes on skies” TV Assembléia Legislativa(http://on.fb.me/gmF5LE) e Ombudsman of Education State Secretary of Mato Grosso with assistance to 711 schools. About me at Haggai´s web site: http://bit.ly/hAfceX
Esse post foi publicado em Astronomer without borders, Astronomy`s hot sites, observatory. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s