Nasa estende missão de sonda Cassini-Huygens em Saturno

A Nasa (agência espacial norte-americana) estendeu por mais dois anos a missão da sonda internacional Cassini-Huygens, cujas “assombrosas descobertas e imagens revolucionaram o conhecimento de Saturno e suas luas”, segundo o JPL (Laboratório de Propulsão a Jato).

Originalmente, a missão conjunta da Nasa e da ESA (agência espacial européia) deveria ser concluída em julho deste ano. A prorrogação de dois anos permitirá que a sonda percorra outras 60 órbitas e estude as luas do planeta.

Um comunicado do JPL revelou que a nave realizará 26 sobrevôos por Titã, sete por Encélado e uma por Dione, Rea e Helena, em deslocamentos que incluirão estudos dos anéis de Saturno, sua magnetosfera e do próprio planeta.

“Esta ampliação não é só uma motivação para a comunidade científica, mas para que todo o mundo continue decifrando os segredos de Saturno”, disse Jim Green, diretor da Divisão de Ciências Planetárias da Nasa.

“As novas descobertas foram o marco de seu sucesso, juntamente com as assombrosas imagens transmitidas para a Terra, que são simplesmente alucinantes”, acrescentou. Durante quatro anos de atividade contínua, a Cassini transmitiu quase 140 mil imagens e informações recolhidas durante as 62 órbitas em torno de Saturno, 43 sobrevôos por Titã e mais 12 em outras luas.

Condição técnica

Mais de dez anos após seu lançamento e quase quatro anos depois de entrar na órbita de Saturno, a Cassini é uma nave espacial “saudável e robusta”, segundo o comunicado. O órgão acrescentou que, mesmo quando três de seus instrumentos científicos sofreram problemas de funcionamento, o impacto sobre sua missão foi mínimo.

Segundo Bob Mitchell, diretor do programa da nave no JPL, “Cassini está trabalhando excepcionalmente bem e nossa equipe está motivada. Então nós estamos animados com perspectiva de outros dois anos”.

A sonda iniciou sua viagem rumo a Saturno no dia 15 de outubro de 1997. Durante sua missão, percorreu 3,5 bilhões de quilômetros, levando consigo a sonda Huygens, que há dois anos se desprendeu para pousar sobre a superfície de Titã.

A nave recebe eletricidade de três geradores radioisótopo termoelétricos que geram energia a partir do calor produzido pela decomposição natural de plutônio.

Sobre Baldaci

A Haggai Alummi M606, An Amateur astronomer, A husband, father and a visionary baptist pastor working hard to Plant a Church in Cuiaba, Brazil and to establish the first Cyber Theater and Planetarium in my state(http://on.fb.me/hkCGff) Unique pastor and astronomer in Brazil. Working using astronomy to reach poor childrens and against drugs. http://bit.ly/eu0zgB Member of SOC-JPL-NASA (http://bit.ly/eoyow6) and Astronomer without borders (http://bit.ly/dTCOJG) Host of program “Eyes on skies” TV Assembléia Legislativa(http://on.fb.me/gmF5LE) e Ombudsman of Education State Secretary of Mato Grosso with assistance to 711 schools. About me at Haggai´s web site: http://bit.ly/hAfceX
Esse post foi publicado em Astronomy`s hot sites, nasa, observatory e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s