Lula dá puxão de orelhas:Inpe reconhece falha e integra equipe de fiscalização em Mato Grosso

O diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Gilberto Câmara, reconheceu nesta quarta-feira (30.01), em Sinop, que houve falhas nos números de desmatamento na Amazônia, relativos aos meses de abril a setembro de 2007, atribuídos a Mato Grosso. “O Gilberto disse que Mato Grosso tem razão, houve erro e que já arrumaram esses números”, afirmou o governador de Mato Grosso, Blairo Maggi, após sobrevôo na região de Marcelândia (710 km ao Norte de Cuiabá) e reunião com ministros.

Uma comitiva de quatro ministros e representantes de órgãos federais estiveram em Mato Grosso e sobrevoaram a região de Marcelândia, município apontado como o primeiro numa lista de 36 cidades responsáveis por 50% do desmatamento na Amazônia.

Ao final da reunião, o governador Blairo Maggi anunciou que o Governo do Estado vai fazer uma triagem dos números de outubro, novembro e dezembro, em conjunto com técnicos do Inpe e Ibama. Eles vão acompanhar a equipe de fiscalização que irá a campo averiguar as áreas apontadas pelo Sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real (Deter), como desmatamentos atuais no Estado. Fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Mato Grosso já estão visitando as áreas apontadas e constatam indícios de equívocos. Dentro de 60 dias sairá o resultado dessa triagem.

A ministra Marina Silva, em entrevista coletiva à imprensa, após sobrevoar a região de Marcelândia, explicou que os dados do Deter não estabelecem taxa de desmatamento. “O Deter é um sistema criado de monitoramento em tempo real que sinaliza indícios de desmatamento para que possamos agir preventivamente e nós agimos em cima dessa sinalização”, ressaltou a ministra. Ela reconhece os dados do Deter para alerta de fiscalização e não como taxa de desmatamento.

A vinda de quatro ministros a Mato Grosso e mais uma comitiva de autoridades do Ibama, Inpe, Incra e Polícia Federal para se reunir com o governador do Estado e discutir a questão ambiental mostrou o empenho de todas as esferas no combate ao desmatamento e na busca do desenvolvimento sustentável.

NOTA DO BLOGUEIRO: Quando a SEMA (SEC. ESTADO DO MEIO AMBIENTE) Foi criada uma boa intenção de se combater os crimes no meio ambiente. Eu, inclusive, fiz parte da equipe que reestruturou a Instituição, atuando como Ouvidor que foi eleito pelo próprio governador como Ouvidor do Ano de 2006.
Eu apenas não entendo e não aceito, questionar dados de satélites do INPE e NASA. Não entendo como a fiscalização é importante para um estado que exonerou um ouvidor premiado para colocar um que não entende do serviço.

Sobre Baldaci

A Haggai Alummi M606, An Amateur astronomer, A husband, father and a visionary baptist pastor working hard to Plant a Church in Cuiaba, Brazil and to establish the first Cyber Theater and Planetarium in my state(http://on.fb.me/hkCGff) Unique pastor and astronomer in Brazil. Working using astronomy to reach poor childrens and against drugs. http://bit.ly/eu0zgB Member of SOC-JPL-NASA (http://bit.ly/eoyow6) and Astronomer without borders (http://bit.ly/dTCOJG) Host of program “Eyes on skies” TV Assembléia Legislativa(http://on.fb.me/gmF5LE) e Ombudsman of Education State Secretary of Mato Grosso with assistance to 711 schools. About me at Haggai´s web site: http://bit.ly/hAfceX
Esse post foi publicado em save the planet. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s