Eu Não Acredito em Marcianos !!!

ufospin.gifDesde que Orson Wells narrou ao vivo uma suposta invasão marciana à Capital do E.U.A, fato que passou à história com a maior mentira do século, multidões afirmam veementes terem tido contato visual e até pessoal com os famosos “homenzinhos verdes”. Tal foi o pânico causado pelo “furo jornalístico” de Wells, que ele se viu obrigado à desmentí-lo. Mesmo assim, não adiantou… Nascia o Mito “Disco Voador”. Em torno deste assunto foram criados conceitos, preconceitos, filosofias, religiões, projetos científicos,etc…

Tal foram o número de relatos acontecidos nos Estados Unidos, que a U.S.A .F se viu obrigada a criar o Projeto do Livro Azul. Neste projeto, todos os episódios eram estudados, as pessoas passavam por rigoroso teste psicológico e após todo este processo, os oficiais da Força Aérea Americana davam o laudo: Alucinação. Com o passar do tempo e com a confiabilidade de muitas testemunhas, a NASA resolveu entrar no Caso. Há quem afirme, que se sabe muito mais do que é noticiado. Incidente com o Caso Roswell, são até hoje polêmico. Segundo Ufólogos, nesta cidade houve uma queda de duas naves-extraterrestres, e a NASA conseguiu aprissionar um dos tripulantes com vida, que estaria até hoje preso no Famoso Hangar 51.

Seja lá como são chamados U.F.O (Unidentified Flying Objects), OVNI (Objetos Voadores Não Identificados), continuam até hoje na imaginação de centenas de milhares de pessoas da Terra.

Com o Início da pesquisa espacial, esperava-se encontrar algum “vizinho” na Lua ou em qualquer outro planeta. De fato, nenhum indício de qualquer espécie de vida foi encontrado até hoje. Mas uma foto tirada pela sonda Vikyng, revelou imagens da Região Sydonia de Marte tirou o sono de muitos astrônomos da NASA.
Considerada “NOM-SENSE” (sem sentido) a foto foi estudada milímetro por milímetro pelos pesquisadores em absoluto sigilo. Foi secretamente arquivada para evitar especulações, e teria ficado totalmente desconhecida do público. Em 1980, um dos cientistas da Equipe, após ter sido demitido relatou tudo à um repórter do “New York Times”. Com a pressão da comunidade científica internacional, a Agência espacial Norte-Americana se viu obrigado à mostrar a foto.
“A FACE”, como é conhecida, mostra nitídamente um rosto humano com olhos, orifícios nasais, lábios e nariz, e não é só… Próximo a este “rosto” há um grupo de 3 pirâmides!!! Pronto. Era tudo o que a NASA não queria! Estava definitivamente aberta à caça aos “ET`s”. Mas, para tristeza dos Ufólogos e Ufólatras, a cada nova missão para estudar o solo de Marte, os astronômos chegam a uma conclusão: Ilusão de Óptica ! Na foto que ilustra a coluna, você pode notar uma comparação feita com fotos tiradas por outros ângulos. O que todos pensavam ser resíduo de uma civilização extraterrestre, não passa de um capricho da natureza que entalhou ,com a ajuda da erosão nas rochas de Marte, uma “face”.
Recentemente, um grupo de cientistas do Centro Espacial Johson em Houston-TX resolveu colocar mais lenha na fogueira. Após estudos realizados em um Meteoro encontrado na Antártida, afirmaram terem encontrado moléculas orgânicas. Segundo eles, o tal meteoro veio de Marte. A grande realidade é que o Ser humano não aceita a hipótese da solidão Universal. E cada vez mais distantes de Deus, alguns cientistas levantam teorias duvidosa para tentarem explicar a existência da Vida. Com idade pressumida de 4,5 bilhões de anos, o meteoro encontrado no continente gelado supostamente teria chegado à Terra há cerca de 16 milhões de anos. Afirmam os astrônomos que ele seria um dos estilhaços resultade de um cometa que se chocou com Marte. Este “estilhaço” teria viajado pelo espaço apenas 13 mil anos antes de chocar-se com a Terra. Com uma idade tão avançada destas, creio que os cientistas fazem afirmações de forma prematura. Quem não garante que a tal bactéria não seja aqui da Terra ??? E por que a Sonda Panthfinder não encontrou outras bactérias o ano passado ???

cityface.gif
Esta Fotografia foi considerada “Nom-Sense” para a NASA. Nela, segundo alguns, pode-se ver pirâmides e uma esfinge com rosto humano (Photo Cortesy: JPL/NASA)

image2.gifimage3.gif

A “FACE” E O METEORO ALH 84001: Duas “Evidências” de Vida Extraterrestre que foram desmentidas pelos estudos científicos mais avançados (Foto:NASA/JPL)

Desde o início da Corrida Espacial, cientistas da NASA esperavam encontrar qualquer indício de existência de Vida Extraterrestre… Mesmo que fosse uma minúscula bactéria… Toda esta euforia tem uma explicação: O afã de comprovar a Teoria da Evolução. Cientistas, em sua grande maioria ateus, procuram em vão até hoje algum indício de vida, mesmo que bacteriana, para provar conceitos evolucionistas. Justamente por isto, que o assunto Vida Extraterrestre atraí a atenção de milhares de pessoas nos quatro cantos do planeta. Uma pergunta continua sem resposta: Estamos sós no Universo ? A Humanidade não aceita esta hipótese!

Após a grande decepção causada pelas novas fotos tiradas da “Face”, as quais comprovaram que “As ruínas extraterrestres” não passavam de ilusão de ótica causada pela erosão marciana; cientistas da NASA acabam de passar por mais uma dura decepção: O Meteoro Allan Hills 84001 (ALH 84001) encontrado na Antártida que supostamente conteria fóssis de batérias marciana acaba de ser estudado.
Os Drs. Jull A J.T. e Jeffrey D. A publicaram recentemente suas pesquisas na conceituada revista “Scientific American”. Segundo eles, após a medição da Radiação Isotópica através do Carbono 14 (usada para datar achados arqueológicos), chegou-se a conclusão de que o meteoro foi contaminado pelas próprias bactérias Terráqueas. Assim, todo o suspense foi novamente por água abaixo. Quando em meus artigos sobre tão empolgante e controvertido tema, afirmo não crer em Vida Extraterrestre, não o faço sem base.Não que esteja afirmando que em algum lugar distante não existam civilizações outras, mas falo da impossibilidade de E.T`s existirem da forma descrita e das impossíveis viagens interestelares.
Einstein certa vez disse: E=m.C2 – Afirmou assim, que qualquer corpo sólido ao atingir a velocidade da Luz se transformaria em Energia. Esta incrível velocidade é de “apenas” 300.000 km/s (Trezentos mil quilômetros por segundo). Até hoje, nenhum artefato humano chegou se quer perto de 1/3 desta velocidade ! 2ª dificuldade: Mesmo que fosse possível atingir a fantástica velocidade da Luz, transformando-nos em energia, como se poderia reverter o processo. Ou seja, transformar Energia em Matéria ??? Vamos supor, apenas supor uma viagem tripulada do Planeta Terra até a estrela mais próxima da Terra: Alpha do Centauro. Apenas 4,3 anos luz, ou seja, 40.681.440.000.000 km (40 trilhões, 681 bilhões e 440 milhões de quilômetros de distância )!!!
Na mais veloz máquina terrestre, você apenas demoraria 4.680.365 anos para fazer esta “pequena” viagem. Se quer o neto do seu bisneto chegaria ao fim desta viagem, isto sem falar em alimentação, solidão, etc. Isto seria uma explicação científica, baseada em números e nos conhecimentos tecnológicos mais avançados da humanidade. Mas há uma outra explicação, uma que poucos ousam a externar: a explicação teológica. A Bíblia diz que a humanidade pecou. Em virtude disto, todo o nosso planeta ficou sujeito ao resultado do pecado. Caminhamos para a exterminação da vida no planeta Três, quando lançamos a poluição nos rios, na atmosfera e quando promovemos o desmatamento das florestas.
Tudo consequência do “avanço” de nossa civilização, que só avança mesmo para o fim. Todas as peseudo-aparições e ditos “contatos” com E.T`s sempre afirmaram serem eles uma população mais próxima de Deus, mais adiantada, mais inteligente, etc… O grande problema Teológico é que segundo a Bíblia, o homem é o centro da criação divina. E que a coroa da criação, contaminou-se com a desobediência ao Criador. Apesar de não ser um livro científico e nem de ter sido escrito para falar de todos os assuntos, a Bílbia não afirma e nem dá margens para cremos ou não em vidas em outros planetas. A existência de formas de vidas em galáxias distantes milhares de anos-luz pode ser hipótese viável e coerente, mas não há base bíblica para tal afirmação.
O problema residiria no fato de que Deus não tinha em seus planos o pecado da raça humana, assim, afim de não permitir a contaminação espiritual de todo o Universo, Ele não permitiria jamais a comunicação com outros povos, na hipótese de que eles possam realmente exisitir. Pode-se até pressumir tal existência diante dos números incontáveis de outras estrelas que podem conter outros sistemas solares. O mais interessante de tudo isto, é que a cada passo da pesquisa sobre Vida Extraterrestre é dado um duro golpe na Teoria da Evolução. Segundo crêem os adeptos de Darwin, todos os seres vivos seriam resultados da evolução de uma bactéria. Mas por que em nenhum outro planeta do Sistema Solar não ocorreu o mesmo ??? Por que não há bactérias na Lua ou em Marte ? Resposta: Porque realmente estamos sós no Sistema Solar !

Os adeptos da Ufologia continuaram suas pesquisas. Explicações espiritualistas já procuraram ser dadas. Quase que podemos afirmar que a fascinação pela Vida Extraterrestre já se tornou uma seita, uma religião… Mas o fato é que nada de concreto já foi cientificamente comprovado. Seriam fenômenos atmosféricos ? Encontraríamos a explicação na área espiritual ? Alucinação coletiva ? Auto-sugestão ? Não sei! O fato é que neste assunto sou meio igual a Tomé: Quero ver para crer! Enquanto um Disco não pousar em um Maracanã lotado em um dia de Fla x Flu, ou que um astrônomo, um pastor ou um padre tenha relatado viajar em um aparato destes, eu continuarei afirmando – Não Creio em Marcianos e nem em ET`s. Qualquer assunto que analisado cientificamente encontre provas de fraudes não deve merecer nossa atenção, e a Ufologia é um destes assuntos… Cheia de fraudes, alucinações, fanatismos…

NASA: Marte seria muito ‘salgado’ para abrigar vida
Informações recolhidas pela sonda americana Opportunity em Marte sugerem que o planeta teria sido salgado demais para abrigar qualquer tipo de vida.

Um especialista da NASA – agência espacial americana- afirmou que a concentração de minerais na água presente no início da existência do planeta teria transformado Marte em um lugar inabitável até para os micróbios mais resistentes.

A sonda passou vários meses examinando rochas em uma planície antiga do planeta e recolheu informações de rochas que teriam tido contato com as águas em Marte. Os dados recolhidos pela Opportunity sugerem que o ambiente seria ácido e salgado.

Segundo Andrew Knoll, da equipe de cientistas responsáveis pela sonda e biologista na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, a descoberta “reduz as chances sobre a possibilidade de vida no planeta”.

“[O ambiente] era salgado demais. Na verdade, era tão salgado que, nas melhores condições, apenas alguns organismos terrestres teriam uma chance mínima de sobrevivência”, disse Knoll durante um encontro da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS, na sigla em inglês).

Próximas missões
As sondas americanas em Marte – Opportunity e Spirit- completaram 1,4 mil dias na superfície do planeta vermelho.

Após o retorno destas, a NASA planeja enviar a sonda Phoenix para Marte, no dia 25 de maio.

A missão da Phoenix deve aterrissar no pólo norte do planeta e o objetivo será escavar abaixo superfície congelada em busca de micróbios antigos ou recentes.

A nova geração de sondas, um jipe-robô conhecido como Laboratório de Ciências de Marte (MSL, na sigla em inglês) está programado para deixar a Terra em 2009 e chegar no planeta vermelho em 2010.

O MSL é duas vezes mais longo e três vezes mais pesado que as sondas Spirit e Opportunity e sua missão será recolher solo e amostras das pedras do planeta para analisar a presença de compostos orgânicos.

Sobre Baldaci

A Haggai Alummi M606, An Amateur astronomer, A husband, father and a visionary baptist pastor working hard to Plant a Church in Cuiaba, Brazil and to establish the first Cyber Theater and Planetarium in my state(http://on.fb.me/hkCGff) Unique pastor and astronomer in Brazil. Working using astronomy to reach poor childrens and against drugs. http://bit.ly/eu0zgB Member of SOC-JPL-NASA (http://bit.ly/eoyow6) and Astronomer without borders (http://bit.ly/dTCOJG) Host of program “Eyes on skies” TV Assembléia Legislativa(http://on.fb.me/gmF5LE) e Ombudsman of Education State Secretary of Mato Grosso with assistance to 711 schools. About me at Haggai´s web site: http://bit.ly/hAfceX
Esse post foi publicado em observatory, Phenomena, SETI, ufo. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Eu Não Acredito em Marcianos !!!

  1. ancelmo luiz graceli disse:

    31/01/2008 – 10:42

    Teorias: origem, essência, transformação da natureza e da unidade da matéria, do espaço, da energia, do cosmo e dos astros

    O professor e pesquisador Ancelmo Luiz Graceli apresenta a seguir teoria do universo fluxonário estruturante a partir do espaço denso, e teoria da energeticidade e radiação.

    Apresentação: São duas novas teorias dentro da física: a primeira – que trata da origem do universo, da origem da matéria, o fluxo de processos e estruturação que ocorre a partir do espaço denso; já a segunda teoria – onde dá novas respostas, causas e fundamentações para todos os fenômenos da matéria e astros com duas causas, que são a energia e radiação produzidos pelo próprio astro.

    Introdução a Origem do Universo: O Universo não surgiu de um ponto central para fora, por meio de uma grande explosão, mas sim o Universo surgiu de fora para dentro, ou seja, o espaço denso foi se aglutinando até formar a matéria e a energia, para depois se formar os astros. Segundo esta teoria, o espaço que se pensa que é um vazio, na verdade, possui densidade, e que, por aglutinação, vai sempre mais se densificando, até formar-se em bolhas, de onde vai dar surgimento à matéria, por isto que a matéria é infinitamente divisível. Assim, a Teoria do Universo Fluxonário Estrutrante consegue dar uma fundamentação à origem da matéria, da energia e dos astros.Vemos que, pela teoria da grande explosão e expansão, não é possível ser provado a quantidade de matéria que existe no Universo, sendo originado por um ponto ínfimo.

    Universo Fluxonário Estruturante – Com a matéria e a energia já densificadas, surgem as bolhas de energia que dão início à formação dos primeiros astros, às nuvens de gases, às galáxias e aos aglomerados, ou seja, o Universo tem uma origem que inicia pelo espaço denso, passa pela fase de bolhas de energia até se tornar matéria, para depois formar os astros. A partir da fase de astros, o mesmo continua o seu processo numa segunda fase, produzindo as fusões nucleares nas estrelas, aumentando o processamento de energia, temperatura e radiação, onde será expelido parte da sua energia e matéria no espaço, onde formarão a temperatura, a radiação, a atmosfera, os anéis que se reagruparão e se esferificando, formando astros menores, no caso, planetas por estrelas, satélites por planetas e outros. Por isto que o Universo é um infinito fluxo de construção, desintegração e processamento, que sempre outros astros se formarão a partir de outros maiores e com mais energia, com menos intensidades de fenômenos e com menos dinâmica. Logo, este Universo tende a ser lento, enquanto outros em outros pontos do espaço se encontram em outras fases. Por isto que é encontrado aglomerados de nuvens de gases no espaço.

    Enquanto uns se encontram numa fase mediana, que é no caso o nosso, outros se encontram mais envelhecidos e mais lentos, na fase final. E outros ainda, com mais dinâmica e mais energia, que se encontram na fase inicial.

    Universo em Rotação – O Universo não se encontra em expansão, mas sim em rotação, translação e afastamento mínimo, se considerar o afastamento anual do Planeta Terra em relação ao Sol não chega a um metro. Tal situação é provada matematicamente pela Teoria da Energeticidade e Radiação. Na verdade, o que dá o sentido aos observadores de que as galáxias estão se afastando é o efeito Doppler, onde dá uma cor vermelha, que é a cor para o afastamento, quando se observa algum objeto luminoso se afastamento, porém, esta cor é observada quando qualquer objeto luminoso se encontra em rotação e translação. Foi a partir daí que levou a concepção da formação da Teoria da Expansão do Universo, e mais tarde a concepção da grande explosão.

    Contestação – se o Universo estivesse em expansão, considerando o tempo de vida do Universo e que todo movimento inicial e maior não seria possível de ver nenhuma estrela no espaço. O outro ponto é que dá a aparência no espaço de que todos estão se afastando em relação a nós aqui na Terra, seria como se nós estivéssemos no centro do Universo, e isto seria uma grande coincidência. Outro aspecto se constitui na seguinte cogitação: como um ponto ínfimo teria tanta matéria? Como último ponto – de onde e de que surgiu a matéria? (não consegui reparar a gramática sem alterar o sentido – desenvolve você).

    A Teoria do Universo Fluxonário Estruturante defende que o Universo se encontra em fases, e, enquanto uns já estão numa fase mais avançada, outros estão iniciando, e que o Universo se encontra em afastamento mínimo, em rotação e translação.

    A Teoria da Energeticidade e Radiação – Através da procura para uma só explicação dos fenômenos da natureza que englobasse a origem das estrelas, dos planetas, dos satélites, dos cometas, dos asteróides, dos anéis, das atmosferas e dos outros fenômenos, como as órbitas, a rotação, a translação, o distanciamento, as fusões naturais, as atividades tectônicas, a origem e a evolução da matéria e da energia, dentre outros, cheguei à conclusão de que a energia é a responsável pelo processamento dos fenômenos, e que a energia e a matéria, por sua vez, se originam do espaço denso. Ou seja, o espaço denso produz a estrutura – que é a matéria, e produz o agente propulsor – que é a energia. No mais, constatei que a energia é a responsável pela dinâmica e pela órbita dos astros, porém, a dinâmica e a órbita passam por três fases, sendo elas:

    Primeira: A Inicial – ocorre quando o astro se origina do primário, no caso – o Planeta do Sol. Nesta fase, o primário tem grande influência sobre o secundário, e a translação é grande, já a rotação é mínima; a órbita tem uma excentricidade, enquanto a inclinação tem uma irregularidade média. Isto se confirma de Mercúrio a Vênus.

    Segunda: A Mediana – ocorre quando o astro já saiu de perto do primário e passa a desenvolver a sua dinâmica pela sua própria energia e radiação. Nesta fase, a translação diminui progressivamente, enquanto a rotação aumenta conforme o diâmetro e a energia do próprio astro, e as irregularidades da excentricidade, a inclinação da órbita e rotação diminuem. isto se confirma do Planeta Terra até Netuno. Ressalte-se que o menos irregular e com mais rotação é Júpiter, por ser o maior entre os planetas, conseqüentemente, ainda conserva grande quantidade de energia em processamento.

    Terceira: A Final – nesta, o astro já se encontra com pouca energia e produção de radiação, levando ao mesmo a diminuir progressivamente a sua rotação e translação, porém, o seu comando também diminui, levando a aumentar as suas irregularidades na excentricidade da elipse, na inclinação da órbita e da rotação. Isto se confirma em Plutão e em todos os satélites distantes de seus primários, como também nos cometas e asteróides distantes.

    É bom ressaltar que as duas teorias – a do Universo Fluxonário Estruturante e da Energeticidade e Radiação – são provadas matematicamente e com exatidão por fórmulas simples, onde não uso distância, massa ou gravitação para encontrar estes resultados. Na verdade, só uso o diâmetro, a radiação, a temperatura, a rotação e a velocidade equatorial.

    Por outro lado, consigo ainda provar a origem e causa da rotação e sua inclinação, bem como o afastamento entre os planetas, usando também os seus diâmetros, fenômenos esses impossíveis de serem fundamentados e calculados pela Teoria da Gravitação e Teoria da Relatividade.

    Estas duas novas teorias abrirão novas portas para a pesquisa da cosmologia, da astronomia e da micro-física.

    . Teoria da Origem da Matéria e do Cosmo, e do Universo Fluxonário Estruturante. | . Teoria da Cosmogenese da Energeticidade e Radiação.

    . Cosmogenese, Cosmologia, Cosmofísica, Astrofísica e Cosmogonia – Esta teoria é a que mais se aproxima do poder de Deus. Pois vai contra qualquer forma de caos.

    Do quase nada tudo pode surgir – exceto Deus.| . O Universo é uma auto criação, porém uma obra deste porte só pode ter o poder do criador – Deus.

    Esta teoria vai de encontro à harmonia e eternidade cósmica em detrimento ao caos e a finitude do universo proposto pela teoria da grande explosão.

    Enquanto um entra em fluxo de desintegração e reintegração com menos energia, outros nascem mais distantes a partir da aglutinação do espaço denso.

    Teorias do Cosmo Fluxonário Estruturante, e Energeticidade e Radiação – Esta não é apenas uma teoria do movimento, mas sim da origem, da essência, da transformação, da natureza e da unidade da matéria, do espaço, da energia, do cosmo e dos astros.

    Cosmo Estruturante e Desintegrante. | . Modelo Graceliano.

    Teoria da Bolha de Espaço Denso e Energia – Enquanto na teoria da grande explosão o universo se expande a partir de um ponto do espaço e de uma pequena quantidade de energia, e é um só. Na teoria da bolha o universo se contrai a partir do espaço denso para produzir a matéria e a energia de vários pontos do infinito do espaço, numa constante produção de novos universos em vários pontos do cosmo. Ou seja, ele se contrai para produzir a matéria para depois formar os astros e se expandir pela radiação. E são vários universos em infinitos pontos do cosmo em infinitas fases.

    De nascimento na Fase Bolha de Espaço Denso – Fase Estruturante-, Na Fase de Energia, Na Fase de Matéria. E na Fase de Desintegração e Desprendimento e Afastamento no Espaço pela própria radiação da densidade da matéria. E reintegração formando secundários a partir do material irradiado pelo primário.

    Fórmula para contração de espaço Denso – O espaço denso se contrai e diminui de tamanho para produzir a matéria, e se dá numa contração e diminuição infinita, que pode ser calculada com a formula do limite infinitesimal. Que do todo menos uma parte, dividido pelo todo, assim infinitamente.

    Espaço Denso – parte / total espaço denso se estruturando. Assim, infinitamente, até transformar-se em energia e matéria. ED – P / ED … até chegar a ser energia e matéria. Assim, temos a fórmula para formação da matéria, energia e para origem do universo.

    Infinitos universos em fases estruturantes e desintegrantes.

    Primeira Teoria da Origem e Natureza da Matéria – Sempre foi procurado pelos filósofos e químicos gregos, depois pela física moderna uma explicação para a origem, natureza e essência da matéria, em que o mundo em épocas foi dividido em forma e estrutura, espírito, mente e matéria, pois aqui mostro a primeira teoria do que a matéria pode surgir e do que ela é formada, que é de filamentos de espaço denso, sempre se procurou a matéria pela matéria e dividi-la infinitamente do átomo dos gregos até a centena de partículas que são catalogadas hoje.

    Assim, temos aqui a primeira teoria do que a matéria possa ser formada, que é de filamentos de espaços denso.

    Cálculo formação de matéria e para cosmo estruturante – Poder de contração do espaço denso * quantidade de espaço denso / tempo cosmológico = matéria e cosmo estruturante.

    Cálculo para cosmo desintegrante – Poder de desintegração * quantidade de matéria, temperatura, radiação e energia por distancia ao cubo / tempo cosmológico. Pd*[qm / d cubo ] / t c.

    Espaço Denso e Matéria, e Energia e Astros – O universo não se formou a partir de uma grande explosão, mas sim do espaço denso, o espaço denso é todo espaço que nos circunda, que temos a noção que ele é um grande vazio, mas não é, possui densidade, e dele a matéria e a energia se originaram para formar os primeiros astros, galáxias e aglomerados.

    É falsa a expansão, é na verdade uma translação e rotação e um mínimo de afastamento.

    O que temos a noção de uma grande expansão do universo é na verdade a translação e rotação do mesmo. Pois, se ele é infinitamente velho e começou a se expandir no momento de uma suposta grande explosão, os astros estariam tão distantes uns dos outros que nem a sua luz seria capaz de ser captada por qualquer tipo de telescópio.

    A energia produz a radiação que produz o afastamento mínimo – Há sim um afastamento mínimo proveniente da ação da radiação e de altas temperaturas, afastamento produzido pela energia processada no interior dos astros.

    Universo de Energia Estruturante, ou Universo de Contração e Desintegração – O Universo passa por dois processos – o primeiro da formação da matéria e energia pela contração dos filamentos do espaço denso.

    O segundo da formação dos astros, seus processos de energia e produção de temperatura à proporção que a matéria se aglutina, com a matéria aglutinada é produzida grande quantidade de energia e temperatura, dando surgimento a radiação e a conseqüente desintegração do astro no espaço. Por isto que o universo é um fluxo de energia estruturante, onde primeiro se contrai para depois se desintegrar e se afastar uns dos outros, sempre em porções menores.

    . Ancelmo Luiz Graceli é professor, pesquisador teórico, com graduação em filosofia, e já apresentou pesquisas à Secretaria Estadual de Ciência & Tecnologia do Espírito Santo (SECT), juntamento com o colaborador Márcio Piter Rangel (marciopiterrangel@hotmail.com). Para contatos: Rua Itabira N° 05, Rosa da Penha, Cariacica (ES) Brasil | CEP: 29143-269 | Telefone (27) 3216-7566 | E-mail: ancelmoluizgraceli@hotmail.com

    Enviar Imprimir
    Digite os termos da sua pesquisa
    Enviar formulário de pesquisa

    © Copyright 2006 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.Desenvolvido por MeuClick

  2. Pingback: UFO-Spin in the UK | ufo-tv.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s