Conspiração lunática

A tese absurda de que a chegada do homem à Lua foi uma montagem põe a Nasa pela primeira vez na defensiva

Nota do Blogueiro: De tantas perguntas sobre o tema a Farsa da Lua, resolvi incluir este material em nosso site. Só de partida, a alegação de que fotos na lua não mostram estrelas já caí por terra – Simplesmente as estrelas só são registradas em películas com mais de 400 ASA e tempo de exposição maior do que 20 segundos. Seria a mesma besteira que perguntar porque o céu da Terra é azul durante o dia, e na Lua não…

lua1.jpg
21 DE JULHO DE 1969
O módulo da Apollo 11 deixa a superfície da Lua, depois da proeza histórica. A bordo, os pioneiros Neil Armstrong e Buzz Aldrin

A Nasa envolveu-se num imbróglio na semana passada, ao anunciar seu patrocínio a uma cartilha sobre a conquista da Lua – e desistir da iniciativa 24 horas depois, acabrunhada. O livro, encomendado ao escritor James Oberg, tinha o objetivo de refutar a velha teoria conspiratória segundo a qual o homem jamais chegou lá e o governo americano enganou o mundo com um amontoado de montagens fotográficas. A tese é antiga, mas vem ganhando nova força nos últimos anos. Bem-intencionada, a Nasa decidiu contestar a nova maré de boatos por meio da cartilha. Logo percebeu que caíra numa cilada. Só teria a perder com manchetes do tipo: ‘Nasa prova que a conquista da Lua não foi uma fraude’. ‘A agência conferiu importância a argumentos que, de tão esdrúxulos e absurdos, não mereciam sequer ser considerados’, diz o astrônomo americano Phil Plait. Inconformado, James Oberg declarou que vai escrever o livro assim mesmo. ‘Será voltado a professores e estudantes, que precisam se vacinar contra esses pescadores de águas turvas’, afirma.

Quando Neil Armstrong pôs os pés na Lua, em julho de 1969, muitos terráqueos duvidaram da proeza. O ceticismo reunia desde fanáticos das teorias conspiratórias até pessoas humildes que não podiam compreender de que forma o avanço da ciência tornara possível esse feito. Recentemente, a tribo ganhou uma nova geração de adeptos, impulsionada por uma coleção de sites na internet e documentários que divulgam supostas evidências de fraude.

É comum que fatos históricos suscitem interpretações mirabolantes. ‘Os boatos, mesmo os mais absurdos, cativam as pessoas porque ajudam a tornar a vida menos entediante e previsível’, explica o inglês David Whitehouse, autor de um livro sobre a conquista da Lua. ‘Mas seria útil publicar um trabalho refutando essas bobagens. Nossa juventude precisa aprender a distinguir a boa ciência desse lixo que duvida de um dos maiores feitos da humanidade com a mesma desfaçatez com que acredita em discos-voadores e extraterrestres’, diz.

O governo americano gastou US$ 25 bilhões para mandar 12 astronautas à Lua entre os anos 1969 e 1972. O vôo pioneiro da Apollo 11 foi testemunhado ao vivo por 600 milhões de terráqueos embevecidos. Boa parte da população atual do planeta não era nascida na ocasião e pode engrossar as fileiras dos incrédulos.

DÚVIDAS DISSIPADAS
Como a Nasa refuta as alegações de que imagens do homem na Lua são truques fotográficos
SOMBRAS DESIGUAIS

lua2.jpg

A lenda
Se havia uma única fonte de luz, como se explica que as sombras dos astronautas Buzz Aldrin e Neil Armstrong, os pioneiros da Apollo 11, tenham comprimentos diferentes?

A explicação
A distorção é causada pela topografia do solo lunar. Atrás dos dois astronautas, há uma elevação. O astronauta que estava mais perto dela ficou com a sombra mais curta

BANDEIRA TREMULANDO

lua3.jpg
A lenda
A bandeira americana não poderia tremular num ambiente sem atmosfera. O efeito seria provocado pelo ar-condicionado do estúdio em que a foto foi forjada

A explicação
A bandeira não está tremulando. Está enrugada, pois chegou à Lua dobrada num pacote. Imagens de vídeo mostram que a bandeira, apesar da aparente ondulação, está imóvel

PEDRA GRAVADA

lua4.jpg

A lenda
Há duas versões da foto em que aparece uma pedra na Lua: uma exibe a marca ‘C’ e a outra é lisa. Seria a prova de que a Nasa manipulou as fotos atribuídas à superfície lunar

A explicação
Uma investigação feita no acervo da Nasa mostra que a foto original não tem o sinal. O ‘C’ provavelmente é uma marca de sujeira numa das cópias da imagem

PNEUS SEM RASTRO
lua5.jpg

A lenda
A foto mostra a roda do jipe usado pelos astronautas da Apollo 17 – mas não exibe nenhuma marca do pneu no solo lunar, num sinal de que o passeio do jipe nunca aconteceu

A explicação
A ausência de rastros tem várias explicações: dos passos dos astronautas ao redor do jipe (ele estava parado por um bom tempo quando a foto foi feita) até a baixa gravidade, que torna o carro mais leve

A SAUDAÇÃO DE YOUNG

lua6.jpg

A lenda
Nesta foto, não há sombra do astronauta John Young, o comandante da Apollo 16, embora o módulo lunar, atrás dele, projete sua imagem no solo. Outras fotos dessa série mostram a sombra de Young

A explicação
Esta é das mais fáceis de explicar. Young está saudando a bandeira dando um salto no ar. Longe do chão, sua sombra descolou-se do corpo e projetou-se no ambiente ao lado, fora da foto

PÉ NA LUA

lua7.jpg
A lenda
A marca da bota do astronauta Buzz Aldrin é profunda demais para um passo furtivo num ambiente de pouca gravidade. Também projeta sombras desiguais. Parece a fotografia de um molde de argila

A explicação
O passo não foi furtivo: o astronauta fincou com força sua bota no solo irregular. Sua missão era observar a interação de seu pé com a superfície lunar – e registrar o resultado numa foto

A corrida espacial foi um marco da cultura daquele tempo e rendeu material copioso para pesquisa científica. Os astronautas trouxeram pedras lunares e produziram uma infinidade de fotos do astro. Pois essas imagens são o principal combustível para versões absurdas. Sombras desiguais, marcas profundas na superfície da Lua, tudo isso é usado como indício de que a façanha foi um engodo em sites como o http://www.moonhoax.com. O contra-ataque também utilizou a internet. Páginas como http://www.clavius.org e http://www.badastronomy.com mostram as bobagens propagadas pelos céticos.

Em setembro, a polêmica trocou o mundo virtual pela delegacia de polícia. Em Los Angeles, um espertalhão chamado Bart Sibrel, autor de um documentário sobre a ‘fraude do homem na Lua’, levou um soco do veterano astronauta Buzz Aldrin. Sibrel abordou Aldrin no meio da rua e tentou forçá-lo a jurar com a mão sobre uma Bíblia que tinha mesmo ido à Lua. O ex-astronauta ofendeu-se e partiu para a violência. Sibrel tentou processá-lo, mas a Justiça americana não aceitou a denúncia – diante da grosseria com que o documentarista, com a câmera na mão, abordou o segundo homem a pisar na Lua. Ainda assim, Sibrel colheu os frutos da notoriedade: pouca gente tinha ouvido falar nele antes da briga. Em seu site na internet (www.moonmovie.com), Sibrel desfia uma coleção de fatos para sustentar sua tese. Lembra, por exemplo, que Richard Nixon era o presidente americano quando o homem foi à Lua, em 1969. ‘Ele mentia tanto que foi obrigado a renunciar. Por que não teria mentido sobre a conquista da Lua?’, indaga. Seus argumentos obedecem ao modelo clássico das teorias conspiratórias: lançam dúvidas tão difíceis de desmentir quanto de comprovar.

Nota do Blogueiro
Primeiramente quero deixar claro uma coisa que já é óbvia: Eu não trabalho para a NASA, apenas sou reconhecido por ela. Então, nem ganho ou deixo de ganhar, por defender que o homem de fato esteve na Lua.
É incrível que, em pleno Século XXI, este assunto ainda deixe os ânimos aguçados. As pessoas chegam à ofensa !
Eu estive em Cabo Canaveral, vi os foguetes Saturno e muitas outras evidências da ida do Homem à Lua. Naturalmente, minha mente científica não permite que eu deixe me levar por teorias de conspirações.
Se, tal como afirma o comentarista abaixo, eu não posso ser astrônomo, então, não temos astrônomos no Mundo.

Anúncios

Sobre Baldaci

A Haggai Alummi M606, An Amateur astronomer, A husband, father and a visionary baptist pastor working hard to Plant a Church in Cuiaba, Brazil and to establish the first Cyber Theater and Planetarium in my state(http://on.fb.me/hkCGff) Unique pastor and astronomer in Brazil. Working using astronomy to reach poor childrens and against drugs. http://bit.ly/eu0zgB Member of SOC-JPL-NASA (http://bit.ly/eoyow6) and Astronomer without borders (http://bit.ly/dTCOJG) Host of program “Eyes on skies” TV Assembléia Legislativa(http://on.fb.me/gmF5LE) e Ombudsman of Education State Secretary of Mato Grosso with assistance to 711 schools. About me at Haggai´s web site: http://bit.ly/hAfceX
Esse post foi publicado em Moon Hoax. Bookmark o link permanente.

30 respostas para Conspiração lunática

  1. ADILSON SANTOS disse:

    SEUS COMENTÁRIOS SOBRE A ” DESCIDA DO HOMEM Á LUA ” SÃO RIDÍCULOS E MOSTRAM UMA FALTA DE CONHECIMENTO PREOCUPANTE PARA ALGUEM QUE SE DIZ ASTRONOMO .

    EXISTEM DEZENAS DE PERGUNTAS BASEADAS PURAMENTE EM CIENCIA QUE A FANTÁSTICA NASA , NÃO CONSEGUE RESPONDER , POIS NÃO AS TEM .

    1 ) COMO CONSEGUIRAM QUE SEUS EQUIPAMENTOS FUNCIONASSEM SOB A INCIDENCIA MACIÇA DE RAIOS COSMICOS PRIMÁRIOS QUE INTERFERIRIAM DIRETAMENTE EM QUALQUER SISTEMA ELETRONICO.
    VEJA , ISTO NÃO É CONSPIRAÇÃO . É CIENCIA .

    RADIAÇÃO PROVOCA ALTERAÇOES E INABILITA QUALQUER SISTEMA ELETRONICO / ELETRICO .

    HOJE ( 2007 ) QUALQUER INSTRUMENTO ELETRO / ELETRONICO QUE SOFRA A INCIDENCIA DE RADIAÇÕES DEIXA DE FUNCIONAR OU SOFRE GRAVES AVARIAS . COMO A NASA SOLUCIONOU ESTE PROBLEMA EM 1969 ?

    ALEM DISSO A RADIAÇÃO NA SUPERFICIE LUNAR É DE RAIOS PRIMÁRIOS ( PROTONS , NEUTROS E RAIOS GAMA ) DE ALTISSIMA ENERGIA QUE FATALMENTE DEIXARIA SEQUELAS TERRIVEIS EM QUEM OUSASSE ENFRENTA-LOS . SOMADO A ISTO TEMOS A RADIAÇÃO SECUNDÁRIA ADVINDA DO SOLO ( ALTAMENTE LETAL ) RESULTADO DO BOMBARDEIO DA SUPERFICIE LUNAR PELOS RAIOS COSMICOS DURANTE BILHOES DE ANOS .

    ESTAS SÃO APENAS ALGUMAS DAS INUMERAS IMPOSSIBILIDADES CIENTIFICAS DA DESCIDA DE SERES HUMANOS NA LUA , SEM RISCO PARA SUAS VIDAS . ISTO É CIENCIA , NÀO É CONSPIRAÇÃO . ISTO É FATO .

    2 ) COMO UM COMPUTADOR COM MEMORIA DE 64K CONSEGUIU GERENCIAR OS SISTEMAS DE SUPORTE DE VIDA, MISTURA DE COMBUSTIVEL, TEMPERATURA DA NAVE , ETC, ETC , SE HOJE EM DIA PARA QUE EU MANDE UM E-MAIL PRECISO TER UM COMPUTADOR COM NO MINIMO 20GB DE MEMORIA ( 1.000.000 VEZES MAIS POTENTE QUE O USADO PELA NASA EM SUA “DESCIDA Á LUA ” ). ISTO É CIENCIA . NÃO É CONSPIRAÇÃO . É FATO !!!.

    SE A NASA CONSEGUIU ESTE FATO , ENTÃO ESTAMOS REGREDINDO NA INFORMATICA , POIS COM 64K CONSEGUIA-SE EM 1969 FAZER-SE ATRAVÉS DE UM COMPUTADOR DEZENAS DE TRABALHOS QUE HOJE APENAS CONSEGUIMOS SE TIVERMOS UM PC COM DEZENAS DE GIGA BYTES EM SUA MEMORIA.

    COMO VE , SR. ASTRONOMO , EXISTEM PERGUNTAS CIENTIFICAMENTE COLOCADAS QUE INCOMODAM MUITO GENTE . PRINCIPALMENTE AQUELES QUE VIVEM DA MENTIRA ANTI-CIENTIFICA PARA CONSTRUIREM IMPERIOS FASCISTAS.

    ADILSON SANTOS

  2. Simeon disse:

    Os comentários de Adilson mostram claramente a falta de entendimento de ciência mesma. Não tem nenhuma vergonha em ser ignorante de ciência e de computadores, mas é melhor não mostrar sua ignorância tão obviamente visível ao mundo. O que você postou não foi ciência, nem fato, mas sim burrice.

    Respostas em inglês, localizadas no site http://www.braeunig.us/space/hoax.htm

    1)Radiation was a definite concern for NASA before the first space flights, but they invested a great deal of research into it and determined the hazard was minimal. It took Apollo about an hour to pass through the radiation belts – once on the outbound trip and once again on the return trip. The total radiation dose received by the astronauts was about one rem. A person will experience radiation sickness with a dose of 100-200 rem, and death with a dose of 300+ rem. Clearly the doses received fall well below anything that could be considered a significant risk. Despite claims that “lead shielding meters thick would have been needed”, NASA found it unnecessary to provide any special radiation shielding.

    The hoax advocates also make the mistake of limiting themselves to two-dimensional thinking. The Van Allen Radiation Belts consist of a doughnut-shaped region centered around the Earth’s magnetic equator, and spanning about 40 degrees of latitude – 20 degrees above and below the magnetic equator. The translunar trajectories followed by the Apollo spacecraft were typically inclined about 30 degrees to the Earth’s equator, therefore Apollo bypassed all but the edges of the radiation belts.

    2) Unlike general-purpose computers, the Apollo guidance computer had to perform only one task – guidance. Most of the number crunching was performed at Mission Control on several mainframe computers. The results were then transmitted to the onboard computer, which acted upon them. The Apollo guidance computer was capable of computing only a small number of navigation problems itself. Since the guidance computer had to run only one program, that program could be put in ROM, thus only a small amount of RAM was required to hold the temporary results of guidance calculations.

    The hoax advocates tend to overrate the tasks performed by the onboard guidance computers of the 1960’s. In fact, the Mercury spacecraft, 1961-63, flew into space without any onboard computer whatsoever, yet the trajectories were precisely controlled and the capsule was capable of fully automated control.

    Tem mais alguma pergunta?

    • carlos alberto disse:

      ok!mas acho importante respeitar a opinião alheia!!!porem só quero deixar uma observação:alguma coisa saiu errado com o pouso do “módulo lunar”pois não ha uma cratera em baixo dos motores,como consequência do pouso…como pode???…NÃO PODE!!!

    • carlos alberto disse:

      ok!mas acho importante respeitar a opinião alheia!!!porem só quero deixar uma observação:alguma coisa saiu errado com o pouso do “módulo lunar”pois não ha uma cratera em baixo dos motores,como consequência do pouso…como pode???

  3. Leunam Max disse:

    Foi interessante ler as questoes que o Sr. ADILSON SANTOS colocou, mas vai desculpar a minha ignorância, não será exagerado dizer que para enviar um E-mail serão precisos tantos Gb de memoria? Repare o que escreveu:”SE HOJE EM DIA PARA QUE EU MANDE UM E-MAIL PRECISO TER UM COMPUTADOR COM NO MÍNIMO 20GB DE MEMORIA…” Que eu saiba, ter um PC com 2 Gb de Ram, ainda não é para qualquer um, embora imagino que daqui por cinco anos estarei a rir-me desta minha insinuação…. Respeitosamente: Leunam Max

  4. Hugo Eustáquio disse:

    Bem como o autor citou, eu sequer tinha nascido quando o homem foi à lua. Gostaria simplesmente salientar que debates como esse podem muito bem serem proveitosos. Respondendo a uma das indagações do colega Adilson Santos, o departamento de defesa dos estados unidos ajudou a desenvolver (custeou) uma linguagem de programação chamada ‘ada’. Esta linguagem possui características distintas das demais linguagens de programação (também facilita o uso de técnicas diferentes) permitindo que os programas sejam menores. Um professor que eu tive (ele deu aula no ITA) demonstrou como um avião antigo (o famoso tucano) que possuia 8 kb de memória ROM (não se confunda, a memória RAM foi disseminada no fim da década de 60, a arquitetura dos computadores mudou bastante de desde então) poderia possuir um sistema de mira ‘inteligente’, ou seja, efetuar toda a sorte de cálculos geométricos (seno, cosseno, secante, seus respectivos arcos, hypos….) além dos demais cálculos físicos necessários. A cultura da computação fez com que precisássemos de máquinas com muita memória, mas a principal justificativa está nas interfaces. O tamanho dos programas depende muito de como ele foi feito. Este tipo de programa ainda é bastante utilizado, principalmente em torpedos, pois não seria legal colocar um super computador com centenas de gigabytes – seguindo a lógica do seu argumento – em algo que deverá funcionar uma única vez, e depois se explodir no alvo. Perceba que o seu argumento é estapafúrdio e por favor desabilite a tecla ‘CapsLock’. Destacar o texto inteiro é o mesmo que não destacar nada, além de tornar sua leitura mais cansativa.
    Também gostaria de colocar a minha opinião a respeito, que é de que a lua não foi conquistada, foi somente visitada. Os yankees fizeram tanta propaganda, que depois disso pouco se importaram com os progressos que a ciência proporcionaria caso o projeto Apollo continuasse se desenvolvendo, e nunca construíram uma base científica permanente em solo lunar. Não escondo minha decepção com relação ao projeto Apollo, que não me parece ter sido promovido para o progresso da humanidade, mas sim para ‘vencer’ os comunistas em alguma coisa.

  5. Cara, tu é um paga pau dos americanos mesmo.
    Nunca viu o vídeo que mostram as luminária caindo atrás do astronauta.
    Tá lá no Youtube meu querido.

    • carlos albeto disse:

      rsrsrsrsr!valeeeeeeu!!!
      O pior cego é aquele que não quer ver!!!mas….JONATAN!eu acho que esse cara sabe sim da verdade”não é possivel”rsrsrs!

  6. otoniel miranda disse:

    Ano passado (2006) a N.A.S.A. divulgou para todo o planeta que “PERDEU” 700 arquivos da “viagem a Lua”, entre eles, os vídeos originais da missão Apollo e os negativos das “fotos na Lua”. Os caras-de-pau da N.A.S.A. simplesmente SUMIRAM com as EVIDÊNCIAS do CRIME que cometeram! Realmente é muito conveniente dizer que “PERDERAM” todos os vídeos e fotos originais da “viagem a Lua” pois hoje em dia qualquer perito facilmente comprovaria a FRAUDE. Como é possivel que a N.A.S.A. com toda a “suposta segurança” que tem em suas instalações seja capaz de simplesmente “PERDER” os arquivos do feito considerado pela humanidade como o mais importante da história?!?! Eu nasci em 1964 e tenho até hoje Ano passado (2006) a N.A.S.A. divulgou para todo o planeta que “PERDEU” 700 arquivos da “viagem a Lua”, entre eles, os vídeos originais da missão Apollo e os negativos das “fotos na Lua”. Os caras-de-pau da N.A.S.A. simplesmente SUMIRAM com as EVIDÊNCIAS do CRIME que cometeram! Realmente é muito conveniente dizer que “PERDERAM” todos os vídeos e fotos originais da “viagem a Lua” pois hoje em dia qualquer perito facilmente comprovaria a FRAUDE. Como é possivel que a N.A.S.A. com toda a “suposta segurança” que tem em suas instalações seja capaz de simplesmente “PERDER” os arquivos do feito considerado pela humanidade como o mais importante da história?!?! nem os documentos do “descobrimento do Brasil” foi tão mau guardado .

    • carlos alberto disse:

      Pois é meu amigo!mas a questão é:porque não foram a Lua?e se não foram em 69,porque não ir agora(com tanta tecnologia por ai)e montar uma base na Lua???ao inves, de ficarem se arrastando na estação espacial como vermes!e bebendo o própio chichi!
      A verdade é:que não foram e sabem que provavelmente,jamais pode-rão ir a Lua!…simplesmente por causa de uma minúscula particu-la,chamada:RADIAÇÃO(aneis de radiação que envolvem a terra á milhas da atmosfera terrestre!)GENIAL….DEUS…NÃO??RSRSR!

  7. otoniel miranda disse:

    Ano passado (2006) a N.A.S.A. divulgou para todo o planeta que “PERDEU” 700 arquivos da “viagem a Lua”, entre eles, os vídeos originais da missão Apollo e os negativos das “fotos na Lua”. Os caras-de-pau da N.A.S.A. simplesmente SUMIRAM com as EVIDÊNCIAS do CRIME que cometeram! Realmente é muito conveniente dizer que “PERDERAM” todos os vídeos e fotos originais da “viagem a Lua” pois hoje em dia qualquer perito facilmente comprovaria a FRAUDE. Como é possivel que a N.A.S.A. com toda a “suposta segurança” que tem em suas instalações seja capaz de simplesmente “PERDER” os arquivos do feito considerado pela humanidade como o mais importante da história?!?! Eu nasci em 1964 e tenho até hoje Ano passado (2006) a N.A.S.A. divulgou para todo o planeta que “PERDEU” 700 arquivos da “viagem a Lua”, entre eles, os vídeos originais da missão Apollo e os negativos das “fotos na Lua”. Os caras-de-pau da N.A.S.A. simplesmente SUMIRAM com as EVIDÊNCIAS do CRIME que cometeram! Realmente é muito conveniente dizer que “PERDERAM” todos os vídeos e fotos originais da “viagem a Lua” pois hoje em dia qualquer perito facilmente comprovaria a FRAUDE. Como é possivel que a N.A.S.A. com toda a “suposta segurança” que tem em suas instalações seja capaz de simplesmente “PERDER” os arquivos do feito considerado pela humanidade como o mais importante da história?!?! nem os documentos do “descobrimento do Brasil” foi tão mau guardado .é para rir mesmo

  8. josé augusto disse:

    acreditava que o homem tivesse ido a lua, mais devido as inumeras evidencias em contrario, acredito hoje em dia que o homem vai a lua num futuro não nuito proximo. mais existe uma maneira de provar que o homem foi a lua, uma foto que fosse tirada pela china, russia ou europa. da bandeira americana na lua ou do jipe lunar o que não seria muito difisil.

  9. Nath D disse:

    difisil é aseitar comentarioz com ero de purtugeiz
    rss

    (desculpa! nao consegui evitar!)

  10. jonysuave disse:

    realmente andam ai uns erros jeitosos. quando ao tema em si, eu acredito que o homem esteve na lua, mas não acredito que a produçao cinematografica que toda a gente viu seja realmente a verdadeira. o homem esteve na lua mas era preciso grandiosidade televisiva do momento e foi mais facil de resolver esse problema ca em baixo (stanley kubrik?)daí o desaparecimento desses documentos pela NASA. isto é simplesmente a minha teoria e nao tem qualquer credibilidade ou prova, mas não ponho em causa o esforço humano de uma vida das pessoas que se envolveram nesse projecto (americanos ou russos, que apesar de perderem a corrida não podem ser excluidos) e é preciso respeitá-los. aquilo em que eu não acredito mesmo é politica, e aí é que as coisas começam a correr mal… abraços a todos

    • carlos alberto disse:

      OK!Respeito sua opinião,porem:sugiro que pesquise um pouco mais,pois….se o “módulo lunar”pousou na superficie da Lua…..porque não vemos uma cratera em baixo do módulo lunar,causada obviamente pelos propulsores(dez mil libras de força de impulso)???como pode ser isso???….NÃO PODE!

  11. cs disse:

    o Homem esteve e está na Lua! anterior e paralelo ao programa oficial existia outro não oficial (black projects) que consistia na colaboração entre russos e americanos, aliados e não inimigos como nos fizeram crer. usaram naves com tecnologia anti-gravidade (nikola tesla, et’s). o que aconteceu foi que quando os astronautas do programa oficial lá chegaram viram coisas que supostamente não deviam (bases, veículos, outros humanos, etc). a nasa estava a par de tudo, fabricou muitas imagens e mostrou-as como sendo verdadeiras e muitos acreditaram e ficaram convencidos. esta campanha de “o Homem nunca esteve na Lua” é apenas desinformação por parte da própria nasa, sim da nasa, procurando dar aos que desconfiam da versão oficial por si só muito duvidosa, uma alternativa, mas a sua alternativa. a nasa e outros apenas fazem o seu jogo controlando ambos os lados do mesmo.

    por mais incrível que pareça, a verdade é sempre verdade!

    quem tiver dúvidas investigue um senhor chamado William Cooper ou temas como “Alternative 3”.

    Cumprimentos =)

    • carlos alberto disse:

      NOSSA!!!RSRSR!DESCULPE…MAS ESSA! DE EXTRATERRESTRE É TUDO ENGANAÇÃO!A DA CHEGADA NA LUA TAMBEM!PESQUISEI DURANTE ANOS
      BUSQUE Á DEUS E ENCONTRARÁ A VERDADE!!!

  12. Falaram que a NASA perdeu os arquivos. Quando alguém perde, sempre tem alguém para achar. Estranho ninguém ter achado esses. Não há nenhuma prova de que eles estiveram na lua. Há evidências de que seja possível, mas de real e concreto, nada!!!

  13. Fernando disse:

    Infelizmente tenho de convir que realmente o homem não esteve na lua.
    Seria interessante ver uma foto de algo ou mesmo a bandeira americana na lua,tirada por outro país.

  14. Wilson Simão disse:

    Quem levou o homem a lua foram as abobrinhas verde. Sem elas tavam na pista até hoje.

  15. Wilson Simão disse:

    Quem levou o homem a lua foram as abobrinhas verde. Sem elas tavão na pista até hoje.

  16. Muitas filmagens foram tomadas aqui na terra mesmo simulando a chegada na lua.

    Eu mesmo assisti em salas de cinemas documentários explicativos da missão bem antes dela ser feita, talvez essa foto do pneu seja daqui na terra mesmo, sendo que o veiculo suspenso num guindaste acabara de assentar no solo de algum deserto.

    Estranho mesmo é o pneu do jeep como se fosse calibrado e apropriado para transporte pesado.

    Um pneu de bicicleta atendia muito bem.

    “””foto mostra a roda do jipe usado pelos astronautas da Apollo 17 – mas não exibe nenhuma marca do pneu no solo lunar, num sinal de que o passeio do jipe nunca aconteceu”””

    ****A explicação.

    A ausência de rastros tem várias explicações: dos passos dos astronautas ao redor do jipe (ele estava parado por um bom tempo quando a foto foi feita) até a baixa gravidade, que torna o carro mais leve ****

    Sei que as imagens do documentário eram muito boas e inclusive, meses depois, durante a jornada, foram usadas em forma explicativa pelas emissoras misturando o real com o irreal e assim confundindo muita gente que acompanhava a missão pela televisão. Meu pai acreditava que estava vendo ao vivo o modulo lunar descendo na lua quando na realidade era uma reprise do documentário que vi no cinema.

  17. Refletindo bem, essa desconfiança (ou suspeita) não pode ser considerada absurda e tem muito a ver sim já que a chegada do homem à Lua foi rodeada de propaganda. Se recordarmos nos meios informativos da época o que foi a corrida espacial para o terceiro mundo teremos noção dessa possibilidade. Haja visto que a missão científica foi alimentada com dinheiro e a influência da propaganda anti-comunista imposta aos países submissos, como o Brasil. Para se ter uma idéia dessa propaganda, consultem nas revistas Seleções dos anos 60. essa propaganda enganosa gerou uma desconfiança de que algo havia errado quando por volta de 1957 “surgiu do nada” o lançamento do Sputinik que segundo as perceptivas os americanos estariam anos a frente e por isso seriam os primeiros a colocarem um satélite em órbita.

    Depois dessa derrota no meio informativo, o mundo vem convivendo com a resposta americana, na área tecnológica, mas sempre misturada as mentiras e que culminou mesmo na “suposta selenissagem” (pouso na lua) do artefato tripulado por dois seres humanos “ambos americanos” em algum ponto da planície lunar. Se foi verídico ou não (?) “hoje” prefiro dizer que foi uma enorme e milionária FAJUTICE.

  18. E que gastem (A NASA) mais dinheiro para provar o contrário.

  19. Wilson Simão disse:

    Enfim para tirar as duvidas, se usarmos as lentes do poderoso telescópio espacial (Hubble) essa base lunar , refiro-me a da Lua, poderia ser redescoberta, afinal são 30 ou mais anos.

    • Eferson Nalini disse:

      Uma boa idéia, colocar o Hubble para tirar a dúvida da humanidade.
      Vamos entrar no Face e fazer uma corrente para eles tirarem a foto ao vivo e transmitir para toda a humanidade.

  20. JS disse:

    Adilson Santos, desculpe-me, afirmar que o homem não pisou na superfície da Lua em 1969 é uma ofensa para os 40.000 norte-americanos que trabalharam diretamente naquele projeto e, no fundo, ao próprio ser humano.
    Talvez você devesse conspirar se você realmente nasceu ou não…

  21. Eferson Nalini disse:

    São tantos fatores que impediam o homem a lua nos dias de hoje, imagine em 1969, que na época foi dito que os astronautas consertaram a apollo com um tubo de caneta esferografica para voltar a terra…. DESCULPE MAS ISSO É COISA DE MACGYVER……KKKKK

  22. Wilson Simão disse:

    “””A ausência de rastros tem várias explicações: dos passos dos astronautas ao redor do jipe (ele estava parado por um bom tempo quando a foto foi feita) até a baixa gravidade, que torna o carro mais leve “””

    Se estava parado por um bom tempo, tudo indica que antes haviam marcas no solo e que depois sumiram , sendo assim houve um efeito de erosivo (vento) e por isso a foto é da terra.
    O pessoal da Nasa deve assumir sem receio que muitas filmagens “tomadas aqui na terra e que acompanharam os lançamentos” tinham efeito explicativo. Eu mesmo, ja havia visto essas cenas, exibidas em cines em documentários, bem antes do lançamento, com certeza que “na euforia” misturaram as tomadas verdadeiras com as falsas e agora nao sabem mais explicar, quem é quem. Isso acontece muito em documentarios históricos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s